Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 28 de abril de 2017

TST determina que 80% dos funcionários dos Correios trabalhem durante a greve


O Tribunal Superior do Trabalho (TST) determinou que sindicatos que representam os trabalhadores dos Correios mantenham o efetivo mínimo de 80% em cada uma das unidades localizadas nas bases de atuação. A decisão liminar da ministra Maria Cristina Irigoyen Peduzzi prevê multa diária de R$ 100 mil, em caso de descumprimento da decisão pelos sindicatos.

Na decisão, a ministra disse que os Correios exercem um serviço público de prestação obrigatória e exclusiva do Estado, e que a jurisprudência tanto do TST quanto do Supremo Tribunal Federal reconhecem a sua essencialidade.

Segundo Maria Cristina, nesse caso, a Lei de Greve obriga empresa e trabalhadores a garantirem, durante a greve, e de comum acordo, “a prestação dos serviços indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade”.

A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect) diz que ainda não foi notificada da decisão do TST e que a área jurídica da entidade está estudando qual será a atitude a ser tomada.

Atrasos

A maioria dos trabalhadores que aderiram à paralisação são da área de distribuição, e por isso, segundo os Correios, pode haver atrasos nas entregas. A empresa diz que 79,81% do efetivo dos Correios não aderiu à paralisação, segundo levantamento feito por meio do ponto eletrônico.

Algumas agências estão fechadas ou com funcionamento reduzido, mas a empresa disse que não há como garantir se os trabalhadores aderiram à paralisação ou se não conseguiram chegar aos seus locais de trabalho em decorrência da greve geral que está sendo realizada contra as reformas de Previdência e Trabalhista.

Neste fim de semana, inclusive no feriado de 1º de maio, a empresa irá fazer mutirões para entrega de objetos postais.

Fentect

De acordo com a Fentect, os principais motivos da greve são a possibilidade de privatização e demissões, o "fechamento de agências e o desmonte fiscal da empresa", com diminuição do lucro devido a repasses ao governo e patrocínios. O secretário-geral da Fentect, José Rivaldo da Silva, diz que a entidade já se colocou à disposição da empresa para negociar.

“Não temos como assistir a um anúncio de retirada de direitos e ficar quieto. A gente tem que mobilizar os trabalhadores e dar respostas, e chamar a diretoria dos Correios para reflexão e negociação”, afirmou.

Fonte: Agencia Brasil EBC

Conta de luz de maio terá bandeira tarifária vermelha


As contas de luz de maio terão bandeira tarifária vermelha patamar 1, o que representa um acréscimo de R$ 3 para cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Este é o segundo mês em que a bandeira vermelha é ativada neste ano.

A bandeira tarifária vermelha é acionada quando é preciso ligar usinas termelétricas mais caras, por causa da falta de chuvas. Como o sinal para o consumo é vermelho, os consumidores devem fazer uso eficiente de energia elétrica e combater os desperdícios.

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente. As cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

Recentemente, o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, disse que as contas de luz deverão continuar com a bandeira vermelha patamar 1 até o fim do período seco, que vai até novembro.

Como funcionam as bandeiras tarifárias

O sistema de bandeiras tarifárias foi criado em 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, que é mais cara do que a de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia em função das condições de geração.

Quando chove menos, por exemplo, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país. Nesse caso, a bandeira fica amarela ou vermelha, de acordo com o custo de operação das termelétricas acionadas.

Fonte: Agencia Brasil EBC

Coreia do Norte dispara um míssil balístico em plena escalada de tensão


A Coreia do Norte realizou, no início da noite desta sexta-feira 28 um teste de lançamento de um míssil, desde uma região ao norte da capital do país, Pyongyang, segundo informou a agência de notícias Yonhap citando fontes militares da Coreia do Sul.

Não foram dados detalhes sobre o tipo de míssil nem seu objetivo, disse Yonhap.

O lançamento coincide com o aumento da tensão entre Coreia do Norte e Estados Unidos. Na semana passada o embaixador de Pyongyang na ONU, Kim In Ryong, afirmou que a escalada com Estados Unidos cria “uma situação perigosa na que uma guerra termonuclear pode estourar em qualquer momento”. “Se Washington opta por uma ação militar, estamos preparados para reagir a qualquer tipo de conflito”, assinalou o diplomata na ONU.

Suas palavras chegaram em resposta à advertência lançada horas antes pelo vice-presidente Mike Pence. Em sua visita à Coreia do Sul, o segundo homem mais poderoso da Casa Branca deu por terminada a era da “paciência estratégica” e anunciou que “todas as opções estavam sobre a mesa”, incluídas ações militares de repreensão como as lançadas na Síria e Afeganistão.

Fonte: AGORA RN

Paralisação Nacional: Protesto contra reformas na Previdência e na CLT em Bom Jesus-RN


Em apoio à greve geral contra as reformas na Previdência e na legislação trabalhista, Sindicato Rural, servidores públicos da Saúde e da Educação saíram às ruas de Bom Jesus-RN, na Região Agreste, na manhã desta sexta-feira 28.


A concentração começou às 8h na Praça do Sagrado Coração de Jesus na BR 226. Depois, saiu em passeata pelo Centro da cidade proferindo gritos de guerra contra políticos apoiadores das duas reformas.







quinta-feira, 27 de abril de 2017

Protestos contra reformas não poderão bloquear rodovias federais e estaduais no RN, afirma PRF


Os manifestantes que participarão do protesto agendado para esta sexta-feira 28 em Natal não poderão, em nenhum momento, bloquear rodovias federais e estaduais ao longo de toda movimentação, que tem seu ápice agendado para o período da tarde na capital potiguar.


A situação foi assegurada pela Polícia Rodoviária Federal à reportagem do Portal Agora RN / Agora Jornal em cumprimento a uma ‘Tutela Antecipada’ concedida em novembro passado pelo juiz titular da 1ª Vara da Justiça Federal do RN, Magnus Delgado, depois de uma ação impetrada pelas Fecomércio-RN em conjunto com o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Natal (Seturn).

Segundo Roberto Cabral, diretor de comunicação da PRF no Rio Grande do Norte, a tutela concedida há cinco meses ainda está valendo e vai ser cumprida à risca pelo efetivo da corporação durante as manifestações desta sexta.

“A decisão está mantida e nós vamos cumpri-la. Pelo que sabemos até agora, o pessoal não deve ir para os lados das BRs no protesto de amanhã, a previsão é que vá para a Praça Cívica, no centro da cidade. Todavia, se decidirem irem para a BR-101, como geralmente vão e ficam ali nas imediações da árvore de Mirassol, nós teremos de manter a ordem no trânsito”, contou Cabral.

“Estaremos com equipes mobilizadas em pontos estratégicos da cidade como os viadutos do 4º Centenário e de Ponta Negra, onde sempre há deslocamentos destes manifestantes. Esperamos que não seja necessário fazer intervenções para impedir as pessoas de bloquearem as vias, mas caso seja, nossas equipes estarão de prontidão para fazer o controle do trânsito”, completou.

No ano passado, quando da concessão da tutela antecipada, o presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, havia comemorado a decisão do juiz Magnus Delgado. A declaração do mandatário ainda é válida para o contexto atual, uma vez que as manifestações, assim como em novembro de 2015, têm como foco impedir ações do governo chefiado pelo peemedebista Michel Temer.

“Prevaleceu o bom senso. A nosso ver, esta paralisação é completamente descabida no atual contexto que vivemos, onde o que se impõe é a necessidade de trabalharmos, de produzirmos. Independente dos motivos ou causas de eventuais manifestações, é fundamental que sejam garantidos os direitos individuais, entre eles o de ir e vir. Esperamos que esta decisão tenha, na prática, o efeito de evitar que a cidade se transforme em um caos – como aconteceu em situações anteriores”, declarou.

Fonte: AGORA RN

Órgãos públicos estaduais funcionarão normalmente nesta sexta-feira (28)


O Governo do Estado esclarece que na sexta-feira (28), haverá expediente normal nas repartições públicas da Administração Direta e Indireta do Estado.

As secretarias e demais órgãos funcionarão nos seus respectivos horários de atendimento ao público.

Fonte: Assecom-RN

Governo inicia folha de abril dia 28


O Governo do RN inicia o pagamento da folha de abril nesta sexta-feira (28), quando deposita os vencimentos dos 23.554 servidores ativos da Educação e da administração Indireta que possuem recursos próprios, soma equivalente a R$ 51,4 milhões. 

O Governo segue acompanhando as receitas para anunciar o pagamento dos salários dos demais servidores o mais breve possível, a partir da disponibilidade de recursos. 

Fonte: Assessoria de Comunicação da SEPLAN-RN

Show da Decisão no Frasqueirão Dia 01º de Maio


Para animar a torcida e levantar o astral no Frasqueirão, antes da partida da final do Campeonato Estadual, marcada para o próximo dia 01 de maio, a Banda Dubê tocará no estádio, às 15h. Uma iniciativa da Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) para presentear o torcedor que comparecer a partida. O show faz parte do projeto Futebol em Tom Maior.

Fonte: FNF

Quadrilha invade município de Ielmo Marinho e explode caixas eletrônicos


Durante a madrugada desta quinta-feira 27, uma quadrilha especializada em explosões e arrombamentos de caixas eletrônicos detonou um terminal do banco Bradesco no município de Ielmo Marinho, município da Grande Natal.

Segundo testemunhas, passava da meia-noite quando os criminosos chegaram armados no município, explodiram o caixa eletrônico e levaram dinheiro.

Na tentativa de dificultar uma possível perseguição, os suspeitos ainda chegaram a atacar um posto da Policia Militar da cidade, e disparar contra um veículo militar.

Apesar do susto, ninguém ficou ferido. Equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), Batalhão de Polícia de Choque (BPchoque) e Divisão de Operações Especiais (Deicor) foram ao local para reforçar a segurança, porém ninguém foi preso.

Fonte: Agencia Brasil EBC

Câmara rejeita destaques e reforma trabalhista segue para o Senado


O plenário da Câmara dos Deputados aprovou a reforma trabalhista na madrugada desta quinta-feira (27), após a rejeição de dez destaques apresentados pelos partidos de oposição e de partidos da base aliada que pretendiam modificar pontos do projeto (PL 6.786/16) aprovado na noite de ontem (26). Os outros destaques que seriam votados nesta quinta-feira foram retirados e o texto segue para o Senado. A sessão que aprovou a reforma foi aberta na manhã dessa quarta-feira e foi encerrada às 2h06.

A aprovação da reforma foi possível após um acordo entre o líder do governo e de alguns partidos de oposição. Pela proposta, a oposição retirou os destaques que seriam votados e, em troca, se comprometeu a não obstruir a votação da Medida Provisória (MP) 752/16, que cria regras para a prorrogação e relicitação de contratos de concessões de ferrovias, rodovias e aeroportos. A MP tranca a pauta impedindo a análise de outras matérias em sessões ordinárias.

Apesar dos apelos da oposição, os deputados rejeitaram por 258 votos a 158, o destaque do PDT que pretendia excluir do texto a possibilidade de contratação contínua e exclusiva de trabalhadores autônomos sem caracterizar vínculo trabalhista permanente. Para o partido, a medida possibilita que empresas possam demitir empregados e recontratá-los mais tarde como trabalhadores sem os direitos trabalhistas de um trabalhador normal.“Dessa forma, o trabalhador não tem mais direito a Fundo de Garantia do Tempo de Serviço [FGTS], a 13º e a nenhum direito trabalhista”, criticou o deputado André Figueiredo (PDT-CE).

Também foi rejeitado o destaque que pedia que a figura do trabalho intermitente, no qual a prestação de serviços pode ser feita de forma descontínua, podendo o funcionário trabalhar em dias e horários alternados, fosse excluída do texto. O empregador paga somente pelas horas efetivamente trabalhadas. O contrato de trabalho nessa modalidade deve ser firmado por escrito e conter o valor da hora de serviço.

Foi rejeitado o destaque do PCdoB que queria retirar do texto a alteração na legislação trabalhista que possibilita a rescisão do contrato de trabalho por acordo entre empregado e empregador, com divisão de direitos trabalhistas como aviso prévio e multa do FGTS. Outro destaque rejeitado, do PT, pretendia vincular a atuação da comissão de representantes dos trabalhadores nas empresas com mais de 200 empregados ao sindicato da categoria profissional.

Também foi rejeitado o destaque de autoria do PSOL pretendia excluir o artigo sobre a prevalência do acordo coletivo sobre a legislação, considerado a “espinha dorsal” da reforma pois permite que o acordo e a convenção prevalecerão sobre a lei em 15 pontos diferentes, como jornada de trabalho, banco de horas anual, intervalo de alimentação mínimo de meia hora e teletrabalho.

Outro destaque rejeitado, do PT, pretendia retirar a proibição, prevista no projeto aprovado que proíbe a permanência das regras do acordo coletivo anterior até a negociação de um novo acordo, mesmo que ele não esteja mais vigente.

Também foi rejeitado o destaque do PPS que queria tirar a restrição a edição de súmulas sobre legislação trabalhista.

Os deputados rejeitaram outro destaque e mantiveram no projeto o ponto que impõe uma quarentena de 18 meses para que um trabalhador que venha a ser demitido de uma empresa possa ser novamente contratado como terceirizado pela mesma empresa.

Os deputados rejeitaram ainda uma emenda do deputado Carlos Zaratini (PT-SP) que vinculava trabalhadores terceirizados que prestem serviços a uma empresa ao sindicato da categoria principal da empresa.

O último destaque rejeitado, do deputado Paulo Pereira da Silva (SD-SP), queria retirar do texto a extinção da contribuição sindical.

Fonte: Agencia Brasil EBC

quarta-feira, 26 de abril de 2017

Câmara aprova texto-base da reforma trabalhista


Depois de muitos protestos da oposição, o Plenário da Câmara aprovou hoje (26), por 296 votos a favor e 177 votos contra, o Projeto de Lei (PL) 6.787/16, que trata da reforma trabalhista. O projeto altera mais de 100 pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT). Entre as alterações, a medida estabelece que nas negociações trabalhistas poderá prevalecer o acordado sobre o legislado e o sindicato não mais precisará auxiliar o trabalhador na rescisão trabalhista.

A sessão que aprovou a reforma foi aberta na manhã desta quarta-feira e se estendeu até depois das 22h, com o final da votação do mérito da reforma. Ainda faltam votar os destaques que visam pontos do texto do relator, deputado Rogério Marinho (PSDB-RN). Depois de votados os destaques, o texto segue para o Senado.

Pela oposição, PT, PDT, PSOL, PCdoB e Rede se posicionaram contra o projeto. O PSB, SD e PMB também orientaram suas bancadas a votar contra a aprovação do texto-base. O PHS liberou a bancada. Os demais partidos da base governista votaram a favor do projeto de lei.

Fonte: Agencia Brasil EBC

Festa do Trabalhador e Escolha da Musa do Futebol Eloidesouzense 2017


Convidadas confirmadas para o Musa do Futebol Eloidesouzense 2017



Jéssica Tainá Amaro de Souza
Musa do América

Vanessa Cardoso Ribeiro 
Musa do Santa Cruz

Trabalhadores dos Correios entram em greve por tempo indeterminado


Os trabalhadores dos Correios entrarão em greve por tempo indeterminado hoje (26) a partir das 22h. As ameaças de privatização e demissões, o fechamento de agências e o "desmonte fiscal" da empresa, com diminuição do lucro devido a repasses ao governo e patrocínios, são os principais motivos para a mobilização, segundo a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect).

A estatal teve prejuízos de R$ 2,1 bilhões em 2015 e R$ 2 bilhões no ano passado. Em dezembro do ano passado, foi anunciado um plano de demissão voluntária e o fechamento de agências para reduzir os gastos.

“O que tem acontecido é um plano de desmonte próprio da empresa, atacando a própria qualidade e universalização do serviço. Faz parte de um projeto privado com interesse de entrar no mercado”, disse a secretária de Imprensa da Fentect, Suzy Cristiny.

Segundo a entidade, a "privatização" coloca em risco o direito da população aos serviços dos Correios, já que a empresa tem fechado agências em cidades menos lucrativas. “Mais de 200 agências estão sendo fechadas por todo o Brasil. Com isso, muitos moradores do interior e das periferias vão ficar sem o atendimento bancário e postal dos Correios do Brasil”, informou a federação.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, tem dito que é contra privatizar os os Correios, mas que a empresa terá que fazer “cortes radicais” de gastos para evitar a privatização, já que o governo não socorrerá a empresa financeiramente.

Críticas dos grevistas

Além do fortalecimento de franqueados e o fechamento de agências próprias, o que, na opinião da federação, “esvazia os negócios da empresa para a iniciativa privada”, a Fentect critica os repasses da empresa ao governo federal acima do valor estabelecido. “Nos últimos anos, os Correios repassaram para o governo federal R$ 6 bilhões e, desse montante, R$ 3,9 bilhões foram acima do valor estabelecido legalmente, prejudicando as reservas financeiras e investimentos necessários para a modernização da empresa”, informou.

A entidade cita ainda o distrato de R$ 2,3 bilhões do Banco Postal com o Banco do Brasil e a destinação de R$ 300 milhões em patrocínios nas Olimpíadas e pede uma auditoria na contabilidade da empresa.

Os sindicatos de todo o país se reúnem hoje (26) para referendar a manifestação sobre a greve. As entidades e a empresa já promoveram mesas de negociação, mas, segundo a secretária, não houve avanços. Ela disse ainda que os trabalhadores dos Correios se unirão às manifestações marcadas para a próxima sexta-feira (28) contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Além da mobilização pelo fortalecimento institucional dos Correios e universalização dos serviços, os trabalhadores reivindicam melhorias nas condições de trabalho, a contratação de novos funcionários, mais segurança nas agências, o retorno da entrega diária e o fim da suspensão de férias.

Outro lado

Em nota, a empresa informou que, caso o movimento grevista seja deflagrado, os Correios adotarão as medidas necessárias para garantir a continuidade de todos os serviços. “Uma paralisação dos empregados neste momento delicado pelo qual passa a empresa é um ato de irresponsabilidade, uma vez que a direção está e sempre esteve aberta ao diálogo com as representações dos trabalhadores”, informou. Os Correios não se manifestaram sobre as reivindicações dos trabalhadores.

Fonte: Agencia Brasil EBC

Sonda Cassini realiza último voo rasante em lua de Saturno


Após 19 anos no espaço, a sonda (radar) Cassini está em sua última missão. A sonda está na órbita de Saturno e deve começar hoje (26) uma série inédita de mergulhos para explorar os anéis do planeta. Espera-se que ela capte imagens novas entre as luas de Saturno. De acordo com a Agência Espacial Norte-Americana (Nasa), Cassini passou pela última lua de Saturno no sábado (22) e atingiu a gravidade do planeta, para encerrar sua missão com a execução de 22 órbitas.

Após executar a sequência de giros entre os anéis, Cassini vai se aproximar cada vez mais da superfície do planeta, até colidir-se com ele.

Segundo a Nasa, Cassini usou a orla gravitacional de Titã, uma lua semelhante à Terra para se lançar na órbita até então desconhecida, entre as nuvens de Saturno e seus anéis. Cassini deve completar os 22 mergulhos no dia 15 de setembro, quando deve ser destruída, voando diretamente para a atmosfera de Saturno.

No sábado, o radar passou pela 127ª vez pela órbita de Titã e foi programada para iniciar sua tarefa final atingindo a atmosfera dos anéis. Durante a sequência, Cassini vai medir a quantidade de gelo e analisar a composição química dos materiais ao redor dos anéis. Os cientistas da Nasa esperam colher informações importantes para descobrir do que os anéis são feitos.

Além disso, espera-se coletar informações na atmosfera do planeta para calcular a dimensão do núcleo rochoso de Saturno.

Cassini começou sua missão em Saturno e suas 62 luas conhecidas em 2004 e segundo a Nasa está com pouco combustível. Os responsáveis pelo projeto decidiram encerrar a missão com o mergulho na superfície de Saturno, para evitar que Cassini colida-se com Titã.

A sonda fez uma última aproximação de Titã no dia 21 de abril e os dados foram transmitidos para a Terra. Foram coletadas imagens e dados por radares que agora serão analisados durante várias décadas por cientistas, porque segundo a Nasa há um volume muito grande de informações.

Cassini foi lançada em 15 de outubro de 1997 na Estação da Força Aérea de Cabo Canaveral. O projeto envolveu 17 países e teve um custo de cerca de US$ 3,26 bilhões de dólares.

A geóloga e astronauta brasileira Rosaly Lopes integra a equipe do radar na Nasa desde de 2002.
EM AMARELO, OS MERGULHOS QUE A SONDA CASSINI DARÁ NOS ANÉIS. EM AZUL, A ÓRBITA DA MISSÃO ANTERIOR. (FOTOS: NASA)



FONTE: AGENCIA BRASIL EBC

terça-feira, 25 de abril de 2017

Festa de 55 Anos de Emancipação Politica de Bom Jesus-RN 2017


PROCURE ESSA IMAGEM NO FACEBOOK DE EDYLON DOS SANTOS
CURTA, MARQUE 05 AMIGOS E COMPARTILHE E CONCORRA AO SORTEIO:
05 SENHAS PISTA E 05 SENHAS VIP

VALENDO PARTICIPEM!

Comissão especial da Câmara aprova relatório da reforma trabalhista


A comissão especial criada para analisar a reforma trabalhista na Câmara dos Deputados aprovou hoje (25) o parecer do deputado Rogério Marinho (PSDB-RN). O relatório foi aprovado por 27 votos a 10 e nenhuma abstenção, com ressalvas aos destaques incluídos no relatório durante a discussão.

Entre os partidos que têm representação na comissão especial, PT, PDT, PCdoB, PSOL, PSB, PEN e a liderança da minoria orientaram voto contra o parecer do relator Marinho. Para a oposição, a proposta retira direitos dos trabalhadores e precisa ser mais discutida. Para os governistas, a proposta já foi amplamente debatida e contribuirá para modernizar as relações de trabalho e estimular a geração de empregos.

O Projeto de Lei (PL) 6.787/2016, que altera diversos pontos da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) tramita em regime de urgência e agora segue para análise do plenário da Câmara. Segundo o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a matéria será colocada em pauta para votação amanhã (26).

A reunião de apreciação do relatório começou por volta das 11h30 e durou mais de seis horas, com embate entre parlamentares da base aliada ao governo e da oposição. Tentando adiantar a votação, as lideranças governistas conseguiram aprovar um pedido de encerramento da discussão. Do total de 45 oradores inscritos para debater a matéria, apenas seis expuseram seus argumentos sobre o relatório. Houve reação da bancada oposicionista, que já tinha se manifestado no início da reunião pela prorrogação dos trabalhos da comissão.

Alterações

Depois de apresentar o relatório com nova redação, Rogério Marinho acatou oralmente algumas alterações sugeridas por parlamentares, entre as quais a proibição de que o pagamento de benefícios, diárias ou prêmios possam alterar a remuneração principal do empregado e a inclusão de emenda que prevê sanções a empregadores que cometerem assédio moral ou sexual.

Marinho disse que, após a votação, vai se reunir com integrantes da bancada feminina para definir acordo sobre mais alterações em torno de alguns pontos, em especial o que trata do trabalho de mulheres grávidas e lactantes em ambientes insalubres.

O texto consolidado com todas as mudanças incorporadas ainda não foi divulgado. A oposição ainda tenta votar os destaques em separado antes do início da ordem do dia no plenário. O relator disse que poderá fazer mudanças até o momento da votação em plenário, prevista para amanhã (26).

Como se trata de um projeto de lei, para ser aprovado em plenário, basta o apoio da maioria simples dos deputados presentes na sessão. Se aprovada, a proposta seguirá para o Senado.

Fonte: Agencia Brasil EBC

Festa do Trabalhador de Senador Elói de Souza será neste Domingo(30)


Neste Domingo 30 de Abril Véspera de Feriado será realizado em Praça Pública a Tradicional Festa do Trabalhador a partir das 20:00h. Na ocasião acontecerá a Escolha da Musa do Futebol 2017.

O Prefeito Grimaldi fez a recepção das Convidadas da noite As Candidatas A Musa do Futebol Potiguar 2016

Ano de 2016 a Classificação foi a Seguinte:

1º Lugar foi Barbara Lais representante do Curitiba

Resultado da Musa do Futebol de Senador Eloi de Souza 2016, a 1º colocada foi Barbara Lais, a 2º colocada foi Iva Catarina, e a 3º colocada Clenilda Moisés. 

E O BLOG FEZ TODA COBERTURA DESTE EVENTO

segunda-feira, 24 de abril de 2017

Karina Aguiar foi eleita Miss Parnamirim 2017

Fotos: Tião Pereira

Karina Aguiar, 25, representante de Emaus, foi aclamada Miss Parnamirim 2017, em uma solenidade de requinte realizada no Teatro Municipal de Parnamirim. Tudo organizado pelo promoteur Rannier Lira, profissional com larga experiência na elaboração de concursos de beleza no município.



Em trajes de banho e de gala, as candidatas mostraram a beleza e leveza da mulher parnamirinense. A solenidade sofisticada, com apresentações de dança, encantou o público. O prefeito Rosano Taveira e a primeira dama Alda Leda fizeram questão de prestigiar o evento, que é uma tradição na cidade.


Emocionada, Karina Aguiar disse que ficou surpresa com o resultado. “É a primeira vez que participo de um concurso de beleza e estou tão feliz por ter sido eleita Miss Parnamirim que não consigo nem descrever essa emoção”, disse.

FNF CONFIRMA PARA DIA 2 A PREMIAÇÃO DE CARROS 0KM, EVENTO DOS MELHORES E CONCURSO DA MUSA


Vem aí mais uma edição dos melhores do estadual deste ano, o Prêmio Craque Potiguar 2017. O evento será dia 2 de maio, a partir das 19h, na Toyolex, concessionária Toyota, em Natal. Neste dia será entregue dois carros Etios OK, da Toyota, aos campeões de cada turno, premiação avaliada em R$ 100 mil. 

Na ocasião, serão anunciados também os destaques da competição, em eleição definida pela imprensa esportiva. Este ano, a Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) convidará o veículo para definir a sua seleção, podendo os destaques serem selecionados por um representante da emissora, jornal, portal, blog e demais credenciados que estiveram na cobertura esportiva do Campeonato Potiguar este ano.Os convites para direção dos veículos de comunicação serão enviados nos dias 24 e 25 de abril, com prazo de resposta da ficha da seleção até quinta-feira (27). É uma oportunidade de valorizar os destaques que fizeram seu trabalho no Campeonato Potiguar. Para 2017, os indicados serão os seguintes destaques: goleiro, lateral-direito, zagueiro 1, zagueiro 2, lateral-esquerdo, volante 1, volante 2, meia 1, meia 2, atacante 1, atacante 2, técnico, revelação, craque, artilheiro, árbitro, árbitro assistente e dirigente. 

Outras ações de marketing estão sendo definidas como o Craque da Galera, com votação pela internet. Além disso, neste dia 2 de maio, será o concurso da Musa do Futebol Potiguar, o último dia de votação, até as 12h, prêmio que garantirá R$ 3 mil para a vencedora. A melhor colocada na votação no site da fnf.org.br já estará com uma das três vagas na final que será feita na hora, durante o evento na Toyolex.

Fonte: FNF

Levantamento aponta feriadão violento com 21 homicídios no Rio Grande do Norte


Na sexta-feira 21, celebrou-se no Brasil o feriado do Dia de Tiradentes. Para alguns, que tiveram uma folga prolongada, foi motivo de alívio e descanso. Para outros, o oposto. Segundo o levantamento do Observatório da Violência Letal Intencional (Obvio), 21 mortes foram registradas da sexta-feira até o domingo 23 no Rio Grande do Norte.

O dia com maior número de mortes foi o domingo, contabilizando dez ocorrências. Já na sexta-feira, que ficou na segunda colocação, foram sete mortos, contra apenas quatro no sábado. Destes, seis foram mortos em Natal, quatro em Mossoró e duas em Monte Alegre, as cidades campeãs no quesito; em seguida, vieram Parnamirim; Ceará-Mirim; Macaíba; Assu; Canguaretama; Monte das Gameleiras; Jardim de Piranhas, Santa Cruz e São José do Mipibu, cada um com uma ocorrência.

Dos 21 homicídios, 17 foram por armas de fogo; duas por espancamento; um por arma branca e um por objeto contundente.

Com os 21 homicídios, somam-se agora 778 casos ao longo do ano no estado. Um número 30,9% maior em relação ao mesmo período em 2016, quando 594 foram assassinadas.

Fonte: AGORA RN

Palhaço Zé do Circo é morto a tiros em Santa Cruz-RN


O palhaço Zé do Circo foi assassinado a tiros na noite deste Domingo(23) em Santa Cruz. A ação criminosa foi confirmada pela Polícia Militar.

Segundo informações de testemunhas, a vítima estava em um treiler que vende sanduíches as margens da BR-226, próximo ao terminal rodoviário, quando dois homens se aproximaram em uma moto e efetuaram diversos disparos de arma de fogo. Baleado, Zé do Circo ainda chegou a tentar fugir, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Ainda não se sabe quem são os acusados e nem a motivação do crime. A Polícia Militar isola a área para a chegada do ITEP.

Sucesso no Whatsapp

Nós últimos dias, Zé do Circo viralizou nos grupos de WhatsApp da cidade narrando com sua irreverência os fatos da cidade, especialmente as ocorrências policiais, fazendo o que ele mais gostava, ver os outros rirem.

O caso será investigado pela Polícia Civil de Santa Cruz.

Fonte: Blog do Édipo Natan

domingo, 23 de abril de 2017

Preocupação: Em 30 dias, número de açudes críticos no Rio Grande do Norte sobe para 61,6%


A queda no volume de chuvas no interior do Rio Grande do Norte manteve crítica a situação volumétrica dos principais reservatórios do Estado. De acordo com o Relatório de Situação Volumétrica, divulgado pelo Instituto de Gestão das Águas (Igarn, em um mês, o número de açudes considerados em volume morto subiu de 15 para 18.

Atualmente, 61,6% dos 47 reservatórios com capacidade superior a 5 milhões de metros cúbicos monitorados pelo Igarn estão em situação crítica, entre seco e em volume morto. Na primeira quinzena de março, em levantamento semelhante, esse percentual era de 57%. O relatório atual mostra que, no caso da Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, o volume de água subiu pouco mais de 74 milhões de metros cúbicos desde 13 de março, chegando a 19% de sua capacidade total.

Já a Barragem Santa Cruz do Apodi teve uma redução mínima, passando de 136,053 milhões de metros cúbicos para 133,719 m³, permanecendo na casa dos 22% de capacidade total. A Barragem de Umari, que não atende ao consumo humano e teve suas comportas fechadas para aumento das reservas hídricas do Estado, também aumentou de volume, passado dos 46,828 m³, no relatório de 13 de março, para atuais 57,419 milhões de metros cúbicos, 19,61% da sua capacidade total.

Importantes reservatórios da região Seridó como o Itans, em Caicó, e o Marechal Dutra (Gargalheiras), em Acari, receberam pequeno volume de água após as chuvas, entretanto permanecem com volumes inferiores a 2% de suas capacidades.

Volumes das Lagoas

A Lagoa de Extremoz continua aumentando de volume após as últimas chuvas e o início do rodízio realizado pela Companhia de Águas e Esgotos (Caern) em meados de fevereiro. Atualmente, a lagoa está com 6,008 milhões de metros cúbicos, 54% de sua capacidade. No relatório de 13 de março a porcentagem correspondia a 50,52%.

Já a Lagoa do Bonfim, responsável por parte do abastecimento da Adutora Monsenhor Expedito, está com 43,459 milhões de metros cúbicos, 51,57% da sua capacidade total. A Lagoa do Jiqui, que abastece parte da zona sul de Natal está com 97,18% de sua capacidade e a Lagoa de Pium responsável pelo abastecimento de Parnamirim está com 95,80% da sua capacidade total.

Fonte: AGORA RN

Quem não votou nas últimas eleições deve regularizar situação até 2 de maio


Até o dia 2 de maio, o eleitor que não votou e não justificou a ausência nas três últimas eleições ou não pagou as multas correspondentes deve regularizar sua situação perante a Justiça Eleitoral. Após esse prazo, essas pessoas correm o risco de ter o título cancelado, lembrando que a legislação considera cada turno de votação um pleito diferente para efeito de cancelamento.

Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em todo o país, mais de 1,8 milhão de eleitores estão com seus títulos irregulares por ausência nas três últimas eleições. Em São Paulo (SP), esse número chega a 118.837 eleitores; no Rio de Janeiro (RJ) o total é de 119.734; em Belo Horizonte (MG) são 26.570; em Salvador (BA) esse número é de 31.263; e em Porto Alegre (RS), 18.782.

O cancelamento automático dos títulos de eleitores ocorrerá entre 17 a 19 de maio de 2017.

Os eleitores com voto facultativo (analfabetos, eleitores de 16 a 18 anos incompletos e maiores de 70 anos) ou com deficiência previamente informada à Justiça Eleitoral não necessitam comparecer ao cartório para regularizar a sua situação.

Para fazer a regularização, no cartório eleitoral, o eleitor deverá apresentar documento oficial com foto, comprovante de residência e, se possuir, título eleitoral e os comprovantes de votação, de justificativa ou de quitação de multa.

O cidadão pode consultar sua situação perante a Justiça Eleitoral nos cartórios eleitorais, no site do TSE ou no site do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado. Pode ainda ir ao cartório eleitoral e solicitar essa informação.

Fonte; Agencia Brasil EBC

Emprego: Brasil fecha 63.624 vagas formais em março, aponta Caged


O Brasil perdeu 63.624 vagas formais de trabalho em março, voltando ao vermelho após resultado positivo de fevereiro, segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgado pelo Ministério do Trabalho nesta quinta-feira.

A performance no mês frustrou expectativas que haviam sido divulgadas pelo próprio ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, de abertura de postos no mês passado, apontando ainda que o varejo deveria ser beneficiado pela liberação do saque das contas inativas do FGTS.

Em março, no entanto, o comércio respondendo pelo maior fechamento de vagas dentre todos os setores, com menos 33.909 vagas. Também ficaram no vermelho os setores de serviços (-17.086 postos), construção civil (-9.059), indústria de transformação (-3.499) e agricultura (-3.471).

No primeiro trimestre, foram fechadas 64.378 vagas, contra saldo negativo de 303.432 de igual etapa de 2016. No acumulado em 12 meses, a perda líquida foi a 1,090 milhão de vagas.

Em fevereiro, o país havia registrado abertura líquida de pouco menos de 36 mil vagas formais de emprego depois de 22 meses seguidos de perdas, número divulgado pelo próprio presidente Michel Temer numa tentativa de ressaltar que a economia brasileira dava sinais de recuperação.

A forte deterioração do mercado de trabalho ocorre no rescaldo da profunda recessão econômica pela qual passou o Brasil nos últimos dois anos.

Ainda que o país comece a dar sinais de recuperação, a retomada das contratações pode demorar, uma vez que as empresas têm capacidade ociosa a preencher primeiro.

Segundo dados mais recentes divulgados pelo IBGE, a taxa de desemprego no Brasil subiu para novo recorde de 13,2 por cento no trimestre encerrado em fevereiro, reflexo do aumento da procura por vagas e do corte de postos.

Fonte: Agencia Reuters

sábado, 22 de abril de 2017

ABC vence o Globo em Ceará-Mirim e fica a um passo do título estadual


ABC ABRE VANTAGEM

O ABC está a um empate do 54º título do Campeonato Potiguar. Jogando fora de casa, no Barretão, o Alvinegro bateu o Globo FC por 1 a 0 na noite deste sábado e agora decide no Frasqueirão, no dia 1º de maio. O gol da vitória foi marcado pelo paraguaio Echeverría, no segundo tempo. O placar poderia ter sido mais elástico, já que o Alvinegro desperdiçou inúmeras oportunidades após sair na frente.

Fonte: GERN

Temer diz que confiança na economia voltou


O presidente Michel Temer afirmou hoje (22), em artigo publicado no jornal espanhol El País, que a confiança na economia brasileira voltou. Ele pediu ainda que os empresários espanhóis aproveitem oportunidades de investimento no Brasil.

O artigo foi publicado às vésperas da visita do primeiro-ministro da Espanha, Mariano Rajoy, ao Brasil. Rajoy estará em Brasília na segunda-feira (24) “A confiança [na economia] voltou. Queremos, como em outras ocasiões, que a Espanha se una ao Brasil nesse momento de recuperação e aproveite as muitas oportunidades que se apresentam”, escreveu Temer.

Temer destacou a grande presença de investidores espanhóis no Brasil e afirmou que a visita de Rajoy ajudará a estreitar as relações entre os dois países.“Este é o momento de renovar essa colaboração. É o que faremos na próxima segunda-feira.O primeiro-ministro Rajoy irá encontrar um Brasil em transformação. Um Brasil que enfrenta seus desafios com seriedade e com energia”, acrescentou o presidente.

Durante a visita de Estado também estão previstos encontros com empresários espanhóis, nos quais o governo apresentará oportunidades de investimento no Brasil. Segundo informações do Blog do Planalto, em 2016 o fluxo de comércio do Brasil com a Espanha somou US$ 5,2 bilhões.

Reformular o país

Já em entrevista a agência EFE, Temer disse que quer ser lembrado como "alguém que reformulou o país" após a crise e "permitiu que os novos governos encontrem um país mais tranquilizado".

O presidente disse ainda que seu principal objetivo é tirar a economia brasileira do grave quadro de recessão em que se encontra há dois anos, com medidas que exigem "duras", "profundas" e impopulares reformas.

Fonte; Agencia Brasil EBC

Expectativa: Acordo judicial prevê edital para concurso da Saúde em 90 dias em Natal


A medida foi firmada em audiência judicial com o Município na 4ª Vara da Fazenda Pública de Natal. O juiz Cícero Macedo homologou por decisão judicial o acordo celebrado perante as promotoras de Justiça da Saúde da Comarca de Natal, Elaine Cardoso e Kalina Filgueira, representantes do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN).

A ação envolve Execução de Obrigação de Fazer de Termo de Ajustamento de Conduta firmado com o Município de Natal objetivando a realização do concurso público para servidores da saúde, pois, embora tenha sido realizado o concurso ano passado, este foi anulado por problemas durante sua execução, e precisa ser efetivamente viabilizado.

O prazo de 90 dias começará a contar a partir do próximo 1º de maio. O acordo firmado ainda prevê que as provas do concurso mencionado sejam realizadas, preferencialmente, até o final do mês de setembro deste ano.

Nesse período o processo ficará suspenso e o Município de Natal deverá adotar as providências necessárias para cumprimento dos pontos definidos em audiência. Na oportunidade, uma próxima audiência já ficou aprazada para 27 de julho de 2017, na qual será analisada eventual necessidade de prorrogação dos contratos temporários vigentes e a quantidade de vagas remanescentes na área da Saúde. O acordo desta quinta-feira já incluiu a intimação do Município e do MPRN para esta audiência aprazada.

Assinaram o acordo homologado judicialmente representando o Município, os procuradores de Natal, Aurino Lopes e Fernando Gaburri, as secretárias adjuntas da Saúde, Maria da Saudade Azevedo e Terezinha Guedes, a diretora do Departamento de Pessoas da Secretaria de Saúde, Isabelle Cocentino, presidente da Comissão do Concurso da Área da Saúde e servidora, Leila Carolina Carvalho e a secretária de Administração, Adamires França.

Fonte: AGORA RN